Topo
Cultura destaque

Oficina-Performance “Dom Quixote entre Cartas” inicia temporada pelo Brasil

Aventuras de Dom Quixote são exploradas como ponto de partida para desenvolvimento de um novo olhar para as histórias, mergulhando no ‘espírito quixotesco’ de amor à leitura e inspirando novas práticas leitoras nas escolas

Foto: Divulgação

 

“E no ponto alto da oficina, é lindo ver duas pessoas encenando Dom Quixote e Sancho Pança enquanto sentem o ar soprando dos leques dos outros participantes. As palavras se configuram em sensações, e mais tarde, quando todos os participantes escrevem uma carta, essas sensações se convertem em sentimentos. Essa é a beleza do contar e ouvir histórias: são elas que nos permitem olhar para o mundo com outros olhos e enxergar mais beleza e menos diferença”. É assim que a atriz Élida Marques, idealizadora do Programa “Ler é uma Viagem”, relata um pouco de como é a Oficina “Dom Quixote entre cartas”.

 

Agora, após passar por Osasco e Sorocaba, o projeto segue percorrendo as mais de 40 cidades de diversos estados do Brasil (a lista completa está na agenda abaixo). Apresentada pelo Ministério da Cultura, a oficina continua sua temporada de atividades e apresentações de oficina-performance. Desenvolvidas por meio da Lei Rouanet, possuem o objetivo de oferecer a educadoras e educadores a oportunidade de conhecer melhor o “espírito quixotesco”, viajando pelos caminhos fantásticos da obra de Miguel de Cervantes, acompanhados da leitura em voz alta e música ao vivo, executadas por um elenco composto por arte-educador, atriz, músico e fotógrafa do Programa. Por meio dessa abordagem lúdica diferenciada, os educadores que participam aprendem novos recursos para motivar e desenvolver a curiosidade e paixão pelos livros, que são o caminho mais importante da educação.

 

Élida conta que a obra Dom Quixote, escrita há mais de 400 anos por Miguel de Cervantes, é considerada um símbolo mundial do amor pelos livros e do poder transformador da leitura. “O fidalgo apaixonado por leituras, de tanto ler os livros de cavalaria, sente-se um cavaleiro valente e sai em busca de aventuras, vai transformando a realidade dele e de quem o lê em um mundo muito mais interessante e desafiador”, explica.

 

No livro, o autor brinca com as histórias de cavalaria que faziam muito sucesso na Idade Média, mas, ao invés de cavaleiros fortes e corajosos que enfrentam gigantes, exércitos inteiros e sempre saem vitoriosos, Cervantes nos apresenta um herói diferente: na faixa dos cinquenta anos, vive fazendo trapalhadas e quase sempre se dá mal.  Dom Quixote, em busca do bem e da justiça, comete enganos, é alvo de gozações, machuca-se e vai, ao mesmo tempo, nos divertindo e conquistando com sua coragem, esperança e determinação.

 

Com base nisso, a oficina “Dom Quixote entre cartas” promete conduzir uma viagem pela obra do autor espanhol, oferecendo aos professores a oportunidade de mergulhar nessa experiência como autores de suas próprias aventuras.

 

Dom Quixote e Ler é uma Viagem: segundo volume

Nos anos seguintes ao lançamento do primeiro volume de Dom Quixote, após o sucesso da obra, surgiram outros livros, escritos por diferentes autores, que pretendiam dar continuidade às aventuras do Cavaleiro Andante. Cervantes resolve, então, ele mesmo escrever e publicar sua própria segunda parte das aventuras de Dom Quixote, com o título: Segunda parte do engenhoso cavaleiro Dom Quixote de La Mancha (1616).

 

Neste ano, a equipe do Ler é uma Viagem concentra-se especialmente nessa segunda parte que, em uma fantástica metalinguagem, narra os encontros do Cavaleiro com pessoas que já o conhecem, pois leram ou ouviram falar de suas andanças no primeiro livro. Louco ou herói? Ingênuo ou sagaz? Devemos segui-lo ou ignorá-lo? Imperdível a oportunidade de viajar nesse livro que, em 2002, foi eleito como a melhor obra de ficção de todos os tempos.

 

O projeto conta com uma oficina-performance de escrita sensível e leitura compartilhada, com 3 horas de duração. No começo, ainda do lado de fora da sala de apresentação, o público é convidado a interagir com os personagens Dom Quixote e Sancho Pança em um jogo de cartas. Explorando técnicas do jogo teatral, processos de mediação de leitura e escrita criativa, esta oficina-performance para educadores e gestores da rede pública de ensino tem o intuito de inspirar práticas leitoras em escolas, bibliotecas e outros espaços culturais.
Dom Quixote no Brasil

Dom Quixote fez tanto sucesso que, ainda hoje, inspira escritores e artistas em todo o mundo. No Brasil, o pintor Cândido Portinari, por exemplo, em 1956, fez uma série de vinte e uma gravuras focalizando Quixote e Sancho Pança. O poeta Carlos Drummond de Andrade, por sua vez, a partir das gravuras de Portinari, homenageou a dupla em seu poema Quixote e Sancho, de Portinari. Monteiro Lobato, em 1936, adapta a versão do clássico ao público infantil em Dom Quixote das crianças – versão que a Equipe do Ler é uma Viagem, trabalhou em suas oficinas de 2015. E J. Borges e Jô Oliveira, em 2005, por ocasião dos 400 anos de publicação da obra original, lançaram “Dom Quixote em Cordel”.

 

Ler é uma Viagem

O Ler é uma viagem é um programa de incentivo à leitura que, desde 2003, desenvolve sessões de leitura com música ao vivo para estimular o prazer da descoberta do texto entre crianças, jovens e adultos de todo o Brasil. Através de projetos temáticos patrocinados (Hans Christian Andersen, Guimarães Rosa, e agora, Dom Quixote), já realizou mais de 600 apresentações, atingiu mais de 7.000 professores e mais de 200.000 estudantes em escolas e bibliotecas públicas.

 

O Programa apresenta-se em diversos formatos, mas sempre pensados a partir do conceito intimista de uma sessão de leitura compartilhada entre, no máximo, 60 pessoas. “O projeto oferece um ambiente de imersão nos textos que estimula a escuta, a identificação, a criatividade e também possibilita que os professores compartilhem ferramentas pedagógicas para dar continuidade à experiência com os alunos depois, em sala de aula”, explica a idealizadora do projeto Élida Marques.

 

SERVIÇO
Oficina “Dom Quixote entre cartas”, do Programa Ler é Uma Viagem
Informações: http://www.lereumaviagem.com.br/

 

Curtiu? Compartilhe!

Deixe seu comentário